http://www.vipertechnology.com.br/noticias/mundo/27/08/2015/nicolas-maduro-e-acusado-de-ser-mandante-no-assassinato-de-opositores-ao-regime-de-governo/

Nicolás Maduro é acusado de ser mandante no assassinato de opositores ao Regime de Governo.

Foto: Carlos Barrios / ABI
Foto: Carlos Barrios / ABI

Deputados Latino-Americanos pedem novas adesões de outros países a denúncias de crimes contra a humanidade apresentadas a Corte Penal Internacional em Haia, Holanda, contra o Presidente Venezuelano Nicolás Maduro.

“Esperemos que Parlamentares da Espanha, Europa e de outros Países do mundo se unam a essa causa”, afirmou a Deputada Peruana Cecilia Chacón na presença dos colegas Adrián Oliva (Bolivia), Cornelia Schmidt (Argentina) e oposição dos respectivos Governos.

A denúncia foi apresentada a Corte Penal Internacional no dia 7 de Abril de 2014, más devido a novas denúncias, Parlamentares renovaram seus apelos de adesão a todos os setores Democráticos na América Latina, Governos, Parlamentos, Diplomatas, Sindicatos, Associações, Organizações, Universidades, Estudantes e outras pessoas que desejarem mostrar solidariedade as vítimas durante os protestos em 2014 na Venezuela e que condenam as violações dos Direitos Humanos cometidas pelo Governo de Nicolás Maduro.

Maduro é acusado de ser mandante no assassinato de ao menos 43 pessoas opositoras ao seu Regime de Governo, dentre elas, 4 seriam Policiais Militares que teriam se recusado a fazer parte de um grupo de Milicianos ligados a Maduro.

REDE SOCIAL VIPER TECHNOLOGY